25 de Fevereiro de 2014

O rio da minha cidade

Posted in Ler faz crescer às 14:16 por sidneif

Por CHRISTINA DIAS*

The Scarlet Sunset circa 1830-40 by Joseph Mallord William Turner 1775-1851

“The Scarlet Sunset” (c. 1830-1840), obra de William Turner (1775-1851).

Moro numa cidade que tem um rio. Desde a minha infância a presença do rio toma conta do meu imaginário. Cresci assim. Duas coisas tenho a agradecer: viver perto da água e ter o horizonte para espichar o olho. Cresci e me tornei escritora tendo esse rio como cenário e inspiração.

Da janela do meu escritório, consigo ver o pôr-do-sol que a cada dia tem um jeito nesse rio. Já imaginei de tudo. Quantas histórias surgiram desse olhar sobre o entardecer? Gosto do final da tarde. É o momento em que temos certeza que a terra não está parada e nós temos a obrigação de seguir esse ritmo.

E foi num dia desses que, de tanto contemplar o sol sendo engolido pelo rio, uma história surgiu. A minha cidade, além do rio, tem algumas ilhas. Quando me dei conta que morava num arquipélago ( e o rio me ajudou a entender isso) foi uma libertação e um convite. Passei a me interessar imensamente por essa gente que vive nas ilhas. Saí para recolher histórias e conhecer realidades. Tinha muita tristeza (assim como eu, os governantes também não enxergam as ilhas, sorte que eu passei a vê-las), mas muita história linda também e, entre elas, a lenda da cobra que vive no rio. Quanto pescador criativo eu pude conhecer. Com quanta criança curiosa eu pude conversar. A lenda, embalada pelo movimento do rio, ganhou vida e eu não pude evitar escrever uma história que tem me dado muita alegria: O Monstro do Guaíba¹.

Esse livro é muito importante para mim, pois aproxima a minha infância da minha vida madura, me posiciona e me ajuda a redescobrir o lugar onde moro desde que nasci e que me inspira na profissão a qual  escolhi.

E cada vez que encontro uma criança leitora, percebo que o livro ajuda a acordar monstros nos outros também. E não existe nada melhor do que conhecer e dominar nossos monstros, não é mesmo?

Christina Dias, escritora gaúcha (Porto Alegre) de literatura infanto-juvenil.
www.christinadias.com.br
www.christinadias.blogspot.com
 
  1. O Monstro do Guaíba (editora Noz) é de autoria de Christina Dias e Ana Carolina Pinheiro.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: