26 de Abril de 2013

A sina da leitura

Posted in Ler faz crescer às 16:11 por sidneif

Por ARMINDO TEODÓSIO*

destinolivroMinha relação com os livros nunca foi fácil. Filho de professora e de pai amante das artes, sobretudo da literatura, nossa casa sempre foi povoada por livros de todos os tipos, temas, jeitos, cores, cheiros … Porém, passei a maioria do tempo da infância fugindo desse rico acervo que me cercava, só me dedicando a ele quando alguma tarefa imperiosa da escola me obrigava a consultá-los e lê-los.

Quando me mudei para a casa dos avós maternos para continuar os estudos, coleções de literatura da minha tia me rondavam. Sempre dava uma folheada nos livros, mas raramente me dedicava a um deles inteiramente.

Ironia do destino, tornei-me professor e a sina da leitura virou meu hábito cotidiano, a ponto de não poder sequer ficar um dia sem nada ler. Devoro tudo nas leituras e sinto falta do tempo perdido, sobretudo em não ter lido os chamados clássicos da literatura.

Porém, nunca é tarde para descobrir a magia dos livros. E, se for para indicar apenas uma obra, para mim a mais sublime forma de escrita, sintética e profunda, simples e complexa ao mesmo tempo é agora As Cidades Invisíveis, de Italo Calvino (1923-1985).

Boa leitura, meus amigos!

*Armindo Teodósio, doutor em Administração de Empresas e professor de pós-graduação da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC – Minas).
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: