8 de Outubro de 2012

A porta

Posted in Ler faz crescer às 16:35 por sidneif

Por LEILA GUENTHER*

Não foi o primeiro nem o melhor livro que li, mas foi o que me deu consciência da mágica da literatura: Clarissa, de Erico Verissimo. Ali não havia aventuras nem peripécias, apenas a história comum de uma garota comum, mas era a primeira vez que eu percebia que, ao ler, uma porta se abria para outra dimensão, um mundo mais real e mais concreto do que qualquer outro que eu conhecesse, apesar de ser feito apenas de palavras. À época, julguei a experiência sobrenatural: eu via Clarissa e a casa em que morava e as ruas por onde passava sem nunca ter ido até lá. Ficava imaginando se as outras pessoas que liam aquele livro viam o mesmo que eu via.

Para mim, que comecei a ler antes de distinguir o lado direito do esquerdo, antes de ter coragem de descer no escorregador do parquinho, e que sempre tive dificuldade de lidar com a “realidade”, com as coisas práticas da vida, a experiência foi decisiva: há um lugar, há um mundo especial para onde posso ir sempre que quiser, e de onde raramente tenho vontade de sair.

*Leila Guenther, escritora e revisora de texto.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: